UFRJ é apontada como a melhor instituição de ensino superior do Brasil por estudo espanhol

UFRJ é apontada como a melhor instituição de ensino superior do Brasil por estudo espanhol

Por Rogério Coutinho, RJ1

Um estudo espanhol classificou a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) como a única universidade brasileira entre as 250 melhores instituições de ensino superior do mundo.

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) está entre as 250 melhores universidades do mundo, segundo classificação do Webometrics Ranking of World Universities. O ranking é uma iniciativa do Cybermetrics Lab, grupo de pesquisa pertencente ao Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC), o maior órgão público de pesquisa da Espanha.

Na 203ª posição, a UFRJ é única brasileira entre as 250 mais bem colocadas e a segunda melhor da América Latina — atrás apenas da Universidade Nacional Autônoma do México, que ocupa o 113º lugar. Em comparação com 2020, a UFRJ subiu 72 posições.

O estudo é feito desde 2004 e avalia mais de 31.000 instituições de ensino superior como forma de incentivar as universidades a dar acesso aberto ao conhecimento produzido no campus.

A avaliação leva três fatos em consideração:

Visibilidade;

Excelência;

Transparência.

Pelo estudo, a UFRJ está à frente de universidades como a de Sorbonne, na França, a de Coimbra, em Portugal, e a de Manchester, na Inglaterra.

Segundo o levantamento, este é o ranking de melhores universidades da América Latina:

Universidade Nacional Autônoma do México;

Universidade Federal do Rio de Janeiro;

Universidade Estadual Paulista;

Universidade do Chile;

Universidade de São Paulo.

No Brasil, o ranking fica assim:

Universidade Federal do Rio de Janeiro;

Universidade Estadual Paulista;

Universidade de São Paulo;

Universidade Federal de Minas Gerais;

Universidade Federal de Santa Catarina.

"A UFRJ se mantém na liderança nacional devido ao esforço conjunto de seu corpo social, que tem enfrentado enormes desafios com muita perspicácia e comprometimento. Somos uma instituição que permanece atendendo aos interesses do Estado e da sociedade brasileira, apesar das dificuldades orçamentárias e de infraestrutura física. Nosso capital humano vem conseguindo se impor mesmo com a pandemia. Somos um dos orgulhos da nossa nação. Certamente, com mais investimento poderíamos estar em posição ainda melhor entre os líderes mundiais, projetando o Brasil positivamente", afirmou a reitora Denise Pires de Carvalho.

Materia na íntegra 


Imprimir